segunda-feira, 26 de abril de 2010

viver no tédio nos torna um poeta

não posso deixar para depois
me sinto tão covarde e fraco
precisamos ter um bom dia de novo
quero caminhar  e falar da nossa infância
de nossas intensas aventuras na juventude
como uma simples estação do ano ... tudo passa
e recomeça outra vez
minhas poesias não podem tocar teu coração
minhas palavras vão poder te confortar?

como um anjo que toca o chão eu vejo você
nossas infinitas lembranças me fazem sorrir
estarei sempre de pé e pronto pra mais uma batalha com você
porque nada nessa vida me deixa mais
feliz do que lembrar dos velhos tempos

historias de heróis não me fascinam mais
sou uma criança adolescente
que so quer ver o mundo de uma forma positiva
veja o inverno chegou
todos jantam sobre mesas em suas casas
lareiras acesas, e verdades no olhar
então deixe-me entrar
minhas poesias não podem tocar teu coração
minhas palavras vão poder te confortar?

não somos mais crianças...


mauricio "chera" diz:
eu simplesmente quero te contar o quanto sinto sua falta!
que mesmo depois desses anos agente ainda se dar bem, somos bons amigos
"pow velho! tuh é o meu melhor amigo...
 tuh sabe disso!
 Antes era tudo tão facil, agora eu vivo nessa merda de rotina
 mas sempre que te vejo em mtd  tudo volta de novo sacas
 o mesmo sentimento a mesma zuação!
 mas infelizmente tudo acaba!
 e parece que mesmo as ferias sendo foda e tals!
 uma hora até isso vai acabar!
 pq tudo passa!

 SAUDADE DA NOSSA INFANCIA!
 DE JOGAR PLAY CONTIGO!
 DE FAZER MERDA!
 DE TOCAR!"

E eu lhe pergunto:
- só isso?

E ele diz:
-Ta de sacanagem, seu fudido!?

e eu lhe respondo com todo carinho:
-É sério, seu filho da puta!


 Ele me ama! hahahahahaha.
eu dou risadas assim, mas e legal saber que exitem pessoas que sente saudades da outra.
sou uma dessas pessoas, vivo com saudades das pessoas, do passado, e até mesmo do que não me aconteceu, fiquei super feliz quando o Mauricio "cheira" escreveu isso pensando em mim...

Agente sempre sempre teve um boa relação, sempre fomos bons amigos, quer dizer sempre não no inicio se eu tivesse com ele era discurssão na certa.
Ele namorava uma garota que ja estudou comigo e talz, e sempre tratei ela como trato qualquer outra garota que eu tenho otimas convivência, então ele ficou enciumado dela "ILUSÃO, NESSE MUNDO É QUERER SER DONO DE ALGUÉM", mas entendo o lado dele, na boa depois nos entendemos na boa, e ta ae o resultado de tudo, somos bons amigos.
Eu sempre levo comigo que uma boa conversa resolve tudo.
Hoje ja dou atenção as pessoas, me considero amigo de muitas pessoas até pessoas que conheci pelo msn.
Gosto disso, sempre estou disposto a ajudar alguém.
Mas voltando o assunto desse verso, lembro que sempre ia pra casa do "Cheira", eu atravessava a cidade só pra ir na casa dele, que se localizava na puta que pariu, de esquina com a rua onde judas perdeu as botas.
se fosse um pouco mais longe você chegaria a um portal que te leva para o inicio do universo.
Eu ia la só pra jogar video game com ele e conversarmos, hahahahaha. "Bons tempos do tony hawk's 1 e 2, onde eu dava uma surra em todos que apareciam por la". hahahahahahahaha.
uma vez em um carnaval, não me recordo direito o ano, talvez seja o de 2005.
Decidimos roubar coco e disso o dono da casa decidiu chamar a policia não me pergunte o pq que eu tbm não sei, só sei que foi um dia tenso pra caramba, eu bricando de foragido junto com o Cheira e mas uma penca de muleque.
foi massa!
Ele é o cara que mais converso pelo msn dos meus amigos da época, e todas as férias ele vem encher meu saco, só que sempre tenho uma viajem planejada e deixo ele na mão com a futura escória de MTD.

Hahahahahahahaha.

eu sempre fiz isso de sumir, e isso é uma coisa que nunca quero perder.

Sorte e amor!
abraçus

domingo, 25 de abril de 2010

Nem todas as coisas que eu escrever dirá tudo



Every day when I meet her
I will tell you all the pretty phrases that I know
I'll lay beside you every night
Not like will not matter
you're my memory of a future that think never

We will overcome all footsteps on the ball I take
and you say
"His missteps are crazy"
I look at you like a boy without arms
So shed tears of apology and kiss him
I'll always be by your side,
even at the oddest hours.

When you are in trouble to help me.
Before the madness I dominate
So we are two crazy in a different world
Hey, I can not abandon you,
not in a thousand years

sorrow not in anger surrounding,
says you're fine, we're soft.
Somehow you're part of my life.
I never imagined this would happen
Everything is so cool.
Yes, everything is cool and different.



PS: E outra vez começo a semana bem!

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Insone



Quando você se vai surgi uma ânsia que me consome
E tudo sai diferente do que planejei.
Sempre que sinto que vou te perder,
me sinto impotente e vulnerável.
Agora estou sonhando acordado.
Mais uma noite sem dormir,
mais uma noite sem você,
contigo quero ir além, até o fim!
Estou inquieto e assustado,
esperando que a noite passe bem rápido.
Tire essa dor que me sufoca,
que me deixa cada noite mais frustrado.


Ps: Essa minha poesia ja diz tudo sobre meu problema de insônia!

abraçus

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Em Linha Reta



Nunca conheci quem tivesse levado porrada.
Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco, tantas vezes vil,
Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita,
Indesculpavelmente sujo,
Eu, que tantas vezes não tenho tido paciência para tomar banho,
Eu, que tantas vezes tenho sido ridículo, absurdo,
Que tenho enrolado os pés publicamente nos tapetes das etiquetas,
Que tenho sido grotesco, mesquinho, submisso e arrogante,
Que tenho sofrido enxovalhos e calado,
Que quando não tenho calado, tenho sido mais ridículo ainda;
Eu, que tenho sido cômico às criadas de hotel,
Eu, que tenho sentido o piscar de olhos dos moços de fretes,
Eu, que tenho feito vergonhas financeiras, pedido emprestado sem pagar,
Eu, que, quando a hora do soco surgiu, me tenho agachado
Para fora da possibilidade do soco;
Eu, que tenho sofrido a angústia das pequenas coisas ridículas,
Eu verifico que não tenho par nisto tudo neste mundo.

Toda a gente que eu conheço e que fala comigo
Nunca teve um ato ridículo, nunca sofreu enxovalho,
Nunca foi senão príncipe - todos eles príncipes - na vida...

Quem me dera ouvir de alguém a voz humana
Que confessasse não um pecado, mas uma infâmia;
Que contasse, não uma violência, mas uma cobardia!
Não, são todos o Ideal, se os oiço e me falam.
Quem há neste largo mundo que me confesse que uma vez foi vil?
Ó príncipes, meus irmãos,

Arre, estou farto de semideuses!
Onde é que há gente no mundo?

Então sou só eu que é vil e errôneo nesta terra?

Poderão as mulheres não os terem amado,
Podem ter sido traídos - mas ridículos nunca!
E eu, que tenho sido ridículo sem ter sido traído,
Como posso eu falar com os meus superiores sem titubear?
Eu, que venho sido vil, literalmente vil,
Vil no sentido mesquinho e infame da vileza.

                                                         (F.P)

terça-feira, 20 de abril de 2010

Canção da juventude

 Dvagabundos (2006) 1° ensaio
 
                      (Hugo: voz/ Clezio: guitarra/ eu: bateria/ Kleber: baixo)

Canção da juventude
(letra:Billy Podre)

Aquilo que de cada tempo passado
Quando na vida direita não há brigas, nem coisas belas.
eu sempre desejo algo mais, 
do que ficar jogando coisas através de minha vida.

Domine seus demonios, 
deposite um pouco de coragem em si próprio.
A vida é bela como você é hoje,
possua uma vida de verdade.

Essa era encontrada por nós está tão confusa.
O que eu procuro longe, 
acabo encotrando aqui mesmo meio que sem querer
Cada pequena paz escondida de mim acaba se tornando um segredo
Talvez aquele plano de lutar por você tenha acabo.
O melhor realmente é te deixar ir!

Quando eu fiz essa letra em 2005, estava numa vida junkie, e ela talvez seja a unica coisa que tenho escrito  que sobrou daquela época. Perdi muitas coisas.
E essa letra fala muito daquela época, procurei expressa o maximo o que tava sentindo naquele momento, assim como faço hoje.
lembro que ela foi bem rejeitada pelo Kleber guitarrista da primeira da banda que toquei "A oitava", e ele que presou por algo mais pop, mais anos 80, (não que eu não goste dos anos 80, muito pelo contrario.)
Então Aquela época eu batia muito de frente com o resto da banda, eu era uma pessoa arrogante ao extremo por causa dos vicios, e queria levar muito a sério a coisa, por conta disso fazia tretas com outras bandas, manipulava todo um jogo entre a minha as outras. 
Disse um amigo meu outro dia: "-Billy tu era gala seca pra caralho!"

Mas voltando a musica, na época eu tinha acabado um relacionamento e quando escrevi isso eu mostrei pro Kleber, ele me disse que isso era pra minha ex namorada (que besteira).
mas na verdade é que essa é uma das letra é uma das mais adolescentes que ja fiz.
Quando somos adolescente e temos todas aquelas desavenças passageiras com nossos pais sempre idealizamos um lugar melhor, sentimos que aquilo está errado, quando não é verdade e quando encontramos um pequeno amor e queremos ficar, e esquecemos todos os problemas, deixamos de sofrer por
e deixamos de nos martirizar.
A vida é tão bela quanto a juventude, e ser jovem é ter pelo menos um pouco de coragem pra pular os muros da vida, os problemas carimbados em nossas costas, e tem o lance do "Maria vai com os outros", os que parece não ter uma vida de verdade, modistas que parecem sofrer de algum problema, que só segui a risca o que passa na Tv. Aqui na cidade estou cansado de ver gente assim, assim como em outros lugares, pessoas que querem posar de tal e não sacam nada de som e nem como surgiu o tal estilo, ja toquei com pessoas assim tbm, que só queria tocar o que estava na moda, o que estava tocando em programas de Tv, novelas e radios... (nessas horas agradeço de como musico ter sido uma pessoa chata e que batia de frente com o resto da banda.)
Tudo pra mim ao mesmo tempo era confuso, pois eu nunca sabia o queria, e nunca vivia em paz comigo mesmo, acabava entrando em contradição, e eu acabei me tornando uma pessoa meio fechada, deixei de contar segredos pros meus amigos, e tentava mostrar que eu estava bem, sempre brigava com os amigos mas no final via que era bobeira minha querer mudar a idéia e a vida de alguém e deixava os amigos seguir a suas próprias vidas.
 Talvez muitas bandas que toquei como a Dvagabundos, não época não deu certo por que idealizavamos muitas coisas, viviamos mudando o rumo da banda.
Lembro que eu desisti de tocar com a Dvagabundos no inicio de 2007, que era banda de amigos e entrei numa banda de garotas (quase na mesma época) por egoismo mesmo, sai sem dar nenhuma explicação, ou um motivo obvio deixei, o tempo mostrar.

Agora olho pra la e vejo o quão tolo fui trocar uma banda de amigos, pra tocar com pessoas que tinha bem dizer tinha acabado de conhecer, não digo que foi ruim como integrante de banda pois não foi tocamos varias vezes em eventos importantes da cidade e tivemos patrocinio, mas não era o que realmente aquilo que eu queria, queria algo mais a ver comigo, e havia muita dor e sofrimento, havia muitas brigas entre eu e o resto da banda e isso foi afetando a amizade que peguei com elas depois, por causa da minha dificil convivencia.
depois que sai da banda Rock School que no final passou a se chamar Sem limites em 2008, e junto com o fellipe inventamos a Molotov - 77 as coisas ficaram um pouco mais diferente não ouve brigas, nem discurssões, talvez por que aquilo era o que eu realmente queria, estavamos tocando uma coisa que eu realmente gosto.
E com a Libertários ta sendo melhor ainda, além de tocar o que gosto, eu faço isso com pessoas que na época eu nem me imaginava tocar com eles (que irônia!) evoluimos e decidimos tocar de uma vez por todas músicas nossas, ao contrario das outras que toquei que só tocavam covers, não procurava evoluir e sair daquela mesmice e continuar na mesma hierarquia da região. Agora as coisas mudaram pessoas que começaram a tocar junto comigo agora ja fazem músicas próprias em suas bandas.
Hoje ja estou melhor ao invés de discursão, ja existe conversas e procuro entender as outras pessoas, não sendo um egoista idiota, pensando só no que eu gosto e foda-se os outros.

Abraçus e cheiros
Paz, sorte e amor!
(Billy)

                                                         1° ensaio casa do hugo (2006)

Hugo, Klezio e eu 2° ensaio (2006)

3° ensaio (2006) participação da Jú.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

love song


I caress the skin of Ana
I feel your touch on my lips
We're unprotected by the attacks of destiny
Her eyes in my life every day are more alive
Before all this happened I was living just for living
Now I want to feel your hands on my
Day by day we plan ou lives
His whole idea is felt by my heart
The fragrant smeel of your body
It's the relief of my vices
His eyes seem to me to decipher in parts.
Take this longing to go
She chained in a prison without walls
You're my deepest dream
Of a normal life that never wanted to follow
Let's sleep every morning.
Yes we will be insane, decent and drawbacks.
Dream and write, I promise your goodness
We met by coincidence.


só pra começar a semana bem!

sexta-feira, 16 de abril de 2010

entrevista com o fellipe

fellipe, eu

Em uma madrugada chata de sexta feira eu estava entre uma dose de cerveja e um trago de cigarro, trocando uma idéia no msn com o fellipe, logo surgiu um espírito de um jornalista e mim
E foi bem franco falamos de tudo um pouco acho que só vcs acompanhando pra entender:

Billy podre: amanhã eu vou falar sobre o inicio da banda.
Conta ae como foi que surgiu o billynho podre?

Fellipe: eu estava com uma mania muito chata de fazer rap pra tudo
e tava tirando onda contigo,
enquanto nós estávamos conversando e andando na frente do colégio positivo
ai tirando onda contigo, e tu gostou da letra
e nesse caminho íamos pra casa do Andrew e do purê fazer sei lá o que.
Só sei que eles estavam gravando demos caseiras
Lá tinha um monte de “gambiarras” lá e sei que dava pra gravar.
Ai eu anotei a musica no papel, e foi muito direto, gravamos sem baixo,
o Andrew inventou uns acordes e eu fui acompanhando no vocal
e logo no primeiro ensaio gravamos e “já uera”, nunca mais nem ensaiamos ela.

Billy podre: E o inicio da banda libertários?
Me lembro que agente queria sair do tédio.
Tipo não foi uma nova molotov-77 e sim formar uma nova banda, agente queria algo novo.

Fellipe: isso!                                                                          
E o plano da libertários vem mesmo antes da molotov-77.
Queríamos fazer uma banda revolucionaria pra monte dourado (interior do para na divisa com Amapá. No qual moramos), Porque agente tava naquele pique todo do punk.
A idéia vinha desde o inicio de 2008, depois eu fui pra são luis e quando voltei começamos a ensaiar, mas agente demorou a gravar o resto das demos.

e depois todo mundo deixou de gostar do nome, porque o som não fazia jus ao nome,
Não tava como na idéia primordial e nunca gravamos.

Billy podre: e as demos?

Fellipe: é nem acabamos de fazer todas as musicas próprias, o tempo passa tão rápido meu caro, é triste!

Billy Podre: muito doido no future, rap do negão e billynho podre, não são demos?

Fellipe: são cara, mas acho que com o tempo, se agente realmente se esforçasse tínhamos muito mais coisas.

Billy Podre: o que tu acha que foi o maior problema da banda nesse 1° ano?

Fellipe: nossas vagabundagens e falta de consenso.

Billy Podre: e se a banda continuasse eu, tu e o Renan, tu acha que estaríamos melhor?

Fellipe: depende muito, acho que estaria bem melhor, mas tipo eu, tu e o Gerson, ou o Renan mesmo.
eu não era perfeccionista, doido, ate porque não existe isso no punk, e porquê dava raiva da falta de interesse, tolerância acaba velho
Eu queria que a banda fosse pra frente e tal.
queria muita coisa, mas q não saia quase nada.

Billy Podre: E qual a diferença entre a Libertários e a Agressão Verbal, sua nova banda?

Fellipe: cara, gostava mas de tocar com vocês pelo lance da amizade que não é pouca, e tinha bastante tempo.
mas como em mtd e tudo mas difícil, acho que agente trabalhou pouco, pela carência de bandas, acho q dava de fazer muita coisa, só a vibe que eu sentia em tocar em Monte dourado era muito melhor que aqui em Macapá.
Mas a Agressão é uma banda que começou bem
agente seguiu a temática de grito e distorção que já queríamos. Era pra ser power trio
Mas o Diego se enfiou e acabou rolando
(Risos)

Fellipe: no primeiro ensaio tínhamos 4 musicas, no segundo 7, agora estamos com quase 10 musicas próprias, com identidades próprias e com a agressividade que as outras bandas daqui não tem.
Sei lá cara, a diferença é que aqui em Macapá foi tudo muito rápido,
mas também e mas fácil, porque tem estúdio e tem espaço, não precisa ter aquela onda de correr atrás de material, carregar bumbo nas costas e essas coisas,
mas acredite eu ainda preferia a correria de Monte Dourado, depois de tanto trabalho, quando chegava no objetivo que era tocar
era uma satisfação fodida, acho que a libertários era pra ter conseguido muito mas coisas além do proporcionamos,
muito mesmo, mas não fizemos por onde, mesmo assim saímos na frente de muita banda da região pois tocávamos músicas próprias, mas também tocávamos as musicas de nossas origens, coisa que as outras bandas não faziam, eles só tocavam pensado no publico.
ja nós pensávamos mas em nós, e o público que se fode-se, isso q era legal, agente xingava ,brigava, mandava se foder, pra casa do caralho, coisas que as outra bandas não faziam, pois as outras estavam pensando em agradar, foda-se nós somos punk e não viemos pra agradar ninguém

Billy Podre: e sobre as letras da libertários e da agressão? Pois a libertários tem a letra bem simples e direta como as nossas influencia. e a agressão? A letras tem uma diferença? afinal o resto da banda não é muito chegado em ramones como agente.

Fellipe: libertários é uma banda de punk rock, tocávamos punk rock com temáticas de nosso cotidiano e do que pensamos. A agressão é mais violento a intenção mesmo e agredir, tanto verbalmente como sonoricamente.

Billy Podre: a agressão é mais anarca que libertários?

Fellipe: As letras são com punho de protesto, mas nem sempre taum diretas,
nunca mencionamos o anarquismo nas letras

Billy Podre: as nossas letras era do nosso cotidiano, mas tinha nossas apunhaladas na vida
Fellipe diz: mas a visão política e praticamente a mesmo
Poisé a Agressão Verbal é curto e grosso.
a banda tem pouco mas de um mês, só tivemos 4 apresentações,mas o pessoal já ta sacando o som da banda

Billy Podre: e se a agente morasse em Macapá? será que já estaríamos entregues ao coletivo nojento de lá, ou faríamos o mesmo que fazemos aqui em Monte Dourado, arranjando nosso próprios shows independente de qualquer coletivo
ou órgão publico?

Fellipe: aqui em Macapá seria, mas fácil, menos correria, ia ter, mas espaço e um publico maior. Sobre o coletivo, sei lá. Acho q ele abre as portas pra muita banda, mas e feito de pessoas e o ser humano e cheio de falhas, não sei se estaríamos no Palafita.
Mas concerteza o som da libertários é diferente de qualquer banda que eu ouvi aqui em Macapá. Não estou falando de técnica, que aqui tem muito monstro, mas do lado sonoro mesmo ta ligado?

Billy Podre: como disse o Marconi uma vez pra gente “- vocês são os 2 únicos punks dessa ultima fase Monte Dourado da primeira década de Monte Dourado estão além de nós que fomos os primeiro do ano 2000.” O que tu acha desse comentário dele?
No sentindo produzir fanzines e fazer musicas de autoria própria

Fellipe: porra velho, do caralho! Pra falar a verdade estamos mesmo
se agente já tivesse na cena naqueles tempos, seria do caralho doido.
mas naquela época o bagulho era mas forte
O pessoal tinha mais atitude o que tocava nas radios era Raimundos.
Antigamente era mais foda, o pessoal mais unido.
Hoje é Restart, Nx zero essas bandas “emo” escrota que passa na radio toda hora.
Mas e isso velho, o trampo ta maior hoje.
exatamente por falta daquela galera que tinha mais atitude

Billy Podre: e pra encerrar essa entrevista ocasional, tu acredita nos futuros undergrounds de Monte Dourado? Será que eles se influenciaram na gente que batalha “mesmo pouco” por falta do que fazer e de instrumento, ou serão um bando de filhinho de papai que ouviram o que ta rolando na mtv e nas radios?
Que viverá essa mesma rotina de merda da cidade?
Ou darão a volta por cima?


Fellipe: na moral!
Monte Dourado já foi muito foda!
E não tenho tantas esperanças nessa nova geração, são poucos daquele moleques que eu ainda boto esperança. Mas o rock ainda existe, o que não tem é aquela vontade de aprender um instrumento e formar uma banda.
Tem maluco ali que tem tudo na mão, mas não tem atitude.
Acredito que é mais legal quando é o contrario.
Essa e a graça de derramar suor pelo underground.
Mas creio q o rock acabou quando a “firme e forte” (grupo de amigos que surgiu entre 2005 e 2008) se separaram com o tempo por causa dos estudos fora.
Não tenho, mas tantas esperanças nos que ficaram, estão todos acomodados, ocupados de mais bebendo cerveja, ocupados de mais para formar algo novo.
MTD caos mano.
MTD caos...
O pessoal das antigas está desgastado, e os novos não fazem nada só ficam esperando por atitude dos outros é foda!
Temos q criar nossas próprias “Do it yourself” é só assim que o trem anda

Billynho podre: pode crer irmão, valeu ai pela entrevista, e por ser minha cobaia.

Fellipe: nem sabia que isso era uma entrevista .¬¬
Sua bixa.
(risos)

e assim acaba a primeira entrevista que faço na vida! ahahahahha!

ps: desculpe os erros foi a pressa!
"lembrem-se crianças, a pressa é inimiga da perfeição!"


                                             (primeira formação da molotov-77, abril de 2008)
O ínicio

                                             (primeira formação da Libetários, maio de 2008)

 
                                                                          libertarios
                     primeiro show "esqueci completamente" de ir no baronesa rock (halloween)

libertarios
segunda apresentação niver do harlisson (baronesa rock)

Agressão verbal

quinta-feira, 15 de abril de 2010

lembrança de um belo verão



 "eu, toru, mauricio, everton (moycano) com a camera"

Em um domingo desses fui visitar uns amigos, e nisso fui à casa da Géssica que é minha amiga!
Ficamos um bom tempo conversando e botando um papo em dia logo depois de algumas horas fui embora... Na esquina da casa dela eu olhei para uma vala que tem um pouco mais atrás tem uma cerca, e nessa olhada veio rapidamente uma puta nostalgia de 2007,quando o mundo era mais fácil, uma das férias mais intensas de minha vida!
A minha trupe da época, Moycano, Hugo, Chera e o Torú e algumas outras pessoas "que hoje em dia falo bem pouco".
Rolou uma festa, lembro como se fosse ontem e foi a turma toda... Bebemos tanta cerveja e caipirinha, logo ficamos bêbados e o dinheiro acabou, eu e o moycano estávamos tristes, Chera e o Hugo estavam com suas namoradas da época e volta e meia um deles apareciam, o Everton (Moycano) entrou pro meio do salão e nisso Chera apareceu pra me fazer companhia, não demorou muito o Moycano varou com uns ticket de cerveja felizão dizendo “pega caralho! Pega caralho! Vamo beber porra!” hahahahaha
Eu e o Chera mais feliz ainda perguntamos onde ele tinha arranjado os tickets ele falou que foi com uma garota que estava afim dele!
Logo agente deduziu que ele estava trocando seus beijos por cervejas... hahahahahaha
E bebemos até ele cansar de beijar a garota, logo depois ficamos tristes e desamparados e ele veio com uma idéia absurda de pedir 50 centavos pra todo mundo que ele encontrar.
Eu aceitei e fui atrás só que nessa hora foi o horário da pancadaria do rock que sempre rolava na festa e fiquei no meio da pancadaria e esqueci completamente do plano logo depois o Moycano me puxa pela gola da camisa e diz “que conseguiu moeda pra caralho” e foi verdade acho que ele conseguiu mais de 20 reais só em moedas de 50centavos! Hahahahahaha!
Bebemos até enjoar e ficamos muitos bêbados mesmo, depois disso só foi loucura...

 algumas coisas está escrito nesse depoimento!

Será que por aproveitarmos demais a vida esse foi nosso castigo?
4 loukos em direções opostas! pra que fikem bem distantes um dos outros?
Ou foi so o tempo que passou, assim como passa pra todos!!??
Parece que foi ontem que odiava v6!
Parece que foi ontem q fumei meu 1° cigarro com v6!
Depois o 1° baseado!
O 1° gole de alcool!
A 1° pultaria!!
Parece que foi ontem que todos nos reunimos pela ultima vez!!
E bebemos ,caimos , rimos e vimos o nascer do sol...
Ainda que meio embaçado lembro do moykano correndo pela quadrade areia,
No meio da festa com um monte de lantinha na mão e gritando pra mim..
Que ele tinha fikado com a helena... pra mim não contar pra vc!! se não ia dedurar ele!
O hugo sumindo e aparecendo do nada no meio da festa gritando eu to loko!!
E tu com moykano querendo me ver mijando!!
E com certeza lembro do moykano c vendendo por cerva!!
Lembro do fim da festa e dos mlkes que queriam voar na minha rua!
E minha mãe vendo tudo!
E eu doidão tentando explicar pra ela!
Ai foi mal a véia virar a cara pra dormir que eu passei mal por causa vinho,
E vou querer voar tbm! dai tem tanta gente que nem lembro mais de todos!
Geral se reuni vai pra paradinha, e o moycano some, bily vira fastasma e se Teletransporta!
Eu com a camille me vendo vomitar e hugo rindo fazendo o msm!!
Moykando vara de um carro q nunka vi, billy volta!!! 
E vamos pro final da rua!!
Encontramos um carro no abismo acabamos com ele!
Um silÊncio toma conta! todos sabemos que akilo era um momento especial!!
Que não iria acontecer tão cedo de novo!
Parece que em minha mente ainda posso sentir akele vento e ouvir akele silÊncio!
Pessoas mais do que especiais estavam ali!

ISSO FOI A MELHOR NOITE DA MINHA VIDA!

VocÊ nunka vai ta so irmão! eu to sempre contigo cara!
Lembro de v6 todo santo dia! sabe pq? pq somos uma familia!!
Talvez a mais doente !! mas concerteza a mais feliz!!
Abraço cara!

(by: Mauricio chera)

 nesse mesmo domigo que sai, quando voltei pra casa encontrei 2 perturbados de bobeira no msn
e rolou 3 doidos lembrando das férias de verão:

Everton diz: e daquela vez q vcs dormiram la em ksa?
buck rogers diz: porra!
mauricio diz: uiashuias foi
buck rogers diz: o chera trancou a porta
Everton diz: nada a ver a da minha madastra galaseca! Né?
(...)
buck rogers diz: porra eu não esquecer do dia que eu estava sonhando beleza
 quando eu acordo o moycano com uma cerveja e 2 copos me acordando pra beber
 ahsuahsuahsuahsuahsaushas
mauricio diz: uahsuiasa e o dia que eu dei a tua cachaça pro tucunduba?
buck rogers diz: caralho o tucunduba ficou bêbado! aushauhsuahsuahsaishashiasas
Everton diz: esses bixo sao foda da cachaça pro mulekinho
mauricio diz: iaushauhias foi engraçado
buck rogers diz: ele vai ser violento quando beber. tomava uma dose e metia a porrada no irmão dele  kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 to me cagando de rir dessa presepada
mauricio diz: ééé! muito foda
 uhiasauhisauhis so agente mesmo bixo, ele ja pegava a garrafa sozinho
Everton diz: ta foda
buck rogers diz: =D
mauricio diz: vomitou! naum foi billy?
buck rogers diz: é sério velho
Everton diz: iuashhasiuss
buck rogers diz: só que tava misturada com suco pq o mauricio estava com frescura
 de beber pura
mauricio diz:ela ja pegava a garrafa sozinho doido
Everton diz: foi nas ferias de julho isso
buck rogers diz:foi
mauricio diz:foi..
buck rogers diz: ele vomitou?
mauricio diz: claro viado
buck rogers diz: eu pensei que os porres dele era passageiro. eu acho que eu  ja estava bebado tbm! hasuahsuashuahsauishas
porra todo dia eu bebia aquela porra, de manhã, de tarde e de noite
mauricio diz: uiasuhiauhs era
buck rogers diz: bicho eu lembro de uma vez que eu voltei tão bebado pra casa que eu nem lembro como voltei, só sei que eu durmi num amontoado de roupa suja no chão do meu quarto
(...)
mauricio diz: bixooooooooooooooooooo essa ferias tem que ser foda
buck rogers diz: ashasuahsuashuahsiashashaiusas
mauricio diz: eu quero so ver a cagada!
Everton diz: será?
mauricio diz: vai nada bixo
buck rogers diz: agente ainda tem que roubar uma birita do pai do moycano de novo
mauricio diz: uiashuahiauhsuihaiuhsiauhuishaihisuhiuahiuhsuihsa
Everton diz: hahaha
mauricio diz: agente bebeu metade da cachaça mineira do teu pai. toda vez que agente ia la, já queria beber
buck rogers diz: pior parecia um filme velho! Hahaha
mauricio diz: ééé!!! porra agente era feliz cara... e toda vez que eu fico perto de v6 são os melhores dias do ano vey!


(...)
(buck rogers é meu nick do msn) 
 =D


e acho que alguma coisa mudou, não sei se foi o tempo, ou as idéias diferentes que sempre tivemos, as novas amizades, mas ainda sinto saudades dessa época, de quando tudo era mais facil e nos enjoavamos as vezes um dos outros... e isso será uma lembrança que guardarei dentro de mim pra sempre, assim como esses amigos que se espalharam pelo mundo à fora! 

E a unica coisa que posso dizer nesse momento é:

"- Tudo passa, tudo passará...
E nossa história não estará pelo avesso
Assim, sem final feliz.
Teremos coisas bonitas pra contar.

E até lá, vamos viver
Temos muito ainda por fazer
Não olhe pra trás
Apenas começamos.
O mundo começa agora
Apenas começamos."



mais um ano sem joey ramone



O que seria do mundo sem os ramones?

O que seria dos ramones sem o joey?


 Meu primeiro contato com a banda  foi em 2000 ou em 2001, eu ouvi aqueles broncos na época que k-7 estava sendo ultrapassado, um cara que nunca vi na vida com uma voz diferente um jeito diferente de tocar,  bem diferente mesmo; ouvi algo sobre uma cretin family, psycho terapy, tive meu primeiro contato com os Ramones a banda que influencio os pistols, o clash, e tantas outras desses últimos 30 e poucos anos.
Enquanto isso as mais famosas deles fui escultando com o tempo.
Lembro que em uma segunda-feira, eu cheguei da rua e fui assistir e liguei a tv estava passando  jornal da globo, e passou uma noticia inesperada, "faleceu Joey Ramone o vocalista dos Ramones"!

Eu fiquei ali paralisado, estático, fiquei espantado com aquilo, eu me arrepiei, e logo caiu uma lagrima...

"Aquele ser de beleza exótica, bronco, com um grande coração bondoso, que passou 20 e poucos anos tocando as mesmas musicas, ouvindo no inicio de cada musica o 1, 2, 3, 4, e seguindo três notinhas"...
o que seria das pessoas se aqueles quatros cheira cola não surgisse com um som sujo e rapido?

Talvez ainda estivéssemos ouvindo aquele maldito rock progressivo, cheios de solos virtuosos e demorados que sinceramente quando escuto uma musica dessas, eu penso logo em suicídio.

Fora os palcos eram bem distantes do publico...

Graças a deus surgiu o punk e mostrou que o rock não precisa de solos virtuosos, que o publico poderia ter um contato direto com os seus ídolos.
Mostrou que uma musica despropositas pode fazer tanto sucesso quanto uma musica super trabalhada.

 Quem diria que aqueles quatro dóceis trogloditas que formaram uma banda
Pra sair do tédio, "deixando bem claro na musica Now I Wanna Sniff Some Glue".
E criou uma musica que no meu ponto de vista é um dos mistérios da humanidade.
o single mais famoso deles BLITZKRIEG BOP, juro que até hoje não sei o que significa essa palavra!
No primeiro show do CBGB eles que suas musicas eram tocadas com certa demência, levando 20 musicas em 17 minutos.
Quando assisti  "it's alive" eu percebi um grupo desencontrado

Mas as pessoas gostaram daqueles esquisitões de jaqueta de couro, calças surradas e tênis sujo e acabado.
 eles tinham o mais importante pra se ter em qualquer projeto “integridade, persistência, por seu trabalho duro e acreditavam naquilo que estavam faziam”.
Com o tempo os problemas foram aparecendo, e um dos principais foi que joey que não falava mais com Johnny.
E deixou bem claro na letra de “the kkk took my baby away”, embora todos esses problemas Joey e Johnny ficaram até o fim do grupo.
Junto com Dee Dee e Jean Beauvoir “ex baixista do plasmatics” joey escreveu e gravou a musica Bonzo Goes To Bitburg, um protesto contra a visita do Ronald Reagan ao cemitério de guerra localizado em Bitburg, Alemanha, onde se encontravam sepultados vários corpos de altos cargos da SS Nazista.
Ela mostrou um amadurecimento de uma banda que admitia piadas com referência nazista no começo da carreira. Mas Johnny Ramone (um conservador e ardoroso fã da política de Ronald Reagan) não gostou do nome da música.
Então ela passou a se chamar “My Brain Is Hanging Upside Down”.
Essa época foi a fase negra de um vocalista afundado em álcool e cocaína.
 
No final dos anos 80, Joey começou um demorado e trabalhoso, porém bem sucedido, processo de abandono das drogas, um tornado, de tão ativo e intenso.
Promoveu festas, discotecava em clubes, aparecia em programas de rádio e TV, fazia jam sessions com a nata do rock nova-iorquino, conduzia painéis de discussão anti-censura, entre outras causas como AIDS, ecologia, direitos animais e desemprego.


Joey se tornou rock star essencial e de espírito elevado. Ainda arranjava tempo para gravar 2 clipes, além de compor várias músicas novas.

Em 94 joey disse ao resto dos ramones que ele estava com câncer, e em 95 deixou claro que tinham que parar de tocar.                  
Joey estava ficando cada vez mais cansado e debilitado, afinal não é nada fácil fazer shows longos e intensos, coberto por jaqueta de couro e iluminação forte.
Nesse clima, foi lançado ¡Adios Amigos!

E sinceramente pra mim Joey sempre foi a alma dos Ramones.
E para ele, tudo já tava realmente no fim.
Joey  deixou de cantar por dinheiro, estava mais preocupado com seu projeto solo e sua doença (no último show a voz de Joey nas ultimas músicas está cansada, não mostrando o mesmo vigor de antes).

No final do ano 2000 o câncer deu uma trégua e o vocalista ainda fragilizado finalizava seu álbum junto com Daniel Rey.
Mas em dezembro Joey escorregou na porra de um gelo na calçada à frente de seu apartamento e quebrou a bacia. A medicação do tratamento foi interrompida para que uma cirurgia fosse realizada e assim o câncer se alastrou.
E assim ele perdeu a guerra contra o cancêr linfatico no dia 15 de abril de 2001, exatamente na pascoa feleceu um deus, que mudou o mundo da musica. A notícia abalou milhares de fãs do mundo inteiro. Os Ramones eram tudo para Joey, ele era um dos símbolos do punk e um dos vocalistas e personagens mais influentes e queridas da história do rock, da música e da minha vida.

juro que escrever isso doeu, me bateu uma tristeza e imaginei uma boa parte da minha vida e  que hoje quando escrevo meus versos de amor platônico adolescente, ou protesto mesmo, eu me baseio nele.

Mas já que ele recebeu um chamado pra fazer em outro lugar o mesmo que ele fez aqui, acho que ele não está fazendo diferente do que ele fez.

Quem diria que um ser desengoçado, que não fazia nada alem de cheirar cola e atropelar as frases iria se tornar uma peça fundamental de milhares de pessoas?

Tenho certeza sem ele talvez o punk rock não representaria o que representa hoje no mundo, e não influenciaria tantas bandas que surgiu na inglaterra, e no resto do mundo, e influciara as gerações que virão.
Mesmo os que gostam de ramones ou não!
Assim deixo minha singela homenagem a ele a essa pessoa que me tornou o que sou.


OBRIGADO JOEY PELO SEU LEGADO!


terça-feira, 13 de abril de 2010



 "o motivo é por que ela é a garota mais docil e troglodita que ja vi, é pq ela ja me meteu em tantos problemas e tbm ja me tirou de tantos, e pq quando a barra pega pro meu lado de alguma forma eu tento dizer pra ela... É POR QUE ELA É MAIS GAROTO QUE EU! ela é tão garota quanto qualquer outra, ela é tão sonhadora quanto um poeta, ela é mais viajante que um maconheiro, ela é mais pertubada do que qualquer habitante de um sanatório... enfim ela é a minha adorada amiga gabi   XD "


a doce maldição da saudade que sinto da gabi


É tão difícil não te ver aqui...
eu te pergunto e você me reponde: - eu nem sei o que quero.
Eu perdi pra distancia,
mas a saudade sempre vem me dominar.
Me perco em pensamentos, e você estar lá.

ainda somos jovens e tudo irá melhorar
e algum dia voltamos a nos encontrar.
Você é a amiga no qual sempre precisarei.
e quando me sentir sozinho e triste
você vai estar aqui pra me segurar.
você sempre me quer ver,
eu sempre vou te proteger,
nada vai mudar.

Tudo esta um tédio aqui.
Tento inventar algo pra esquecer de ti.
Lembro quando fazíamos bombas para perturbar.
nas madrugas de “faroeste caboclo” recheados de cigarros
E alguma bebida pra acompanhar.

Sinto como se nada estivesse no mesmo canto.
ainda tenho lembranças dos lanches não pagos
Ah amiga! Tenho andado tão estranho ultimamente
E eu nem mesmo sei o por que.
então me leva pra passear
E vamos pixar o "A" nos órgãos publicos?
ou vamos roubar uma moto fulera
e mandar alguém ir comprar mais cigarros pra gente fumar?
esses dias ando pensando muito em você
eu é só assim que sei dizer.

qualquer canto que vou eu sempre vou,
Lembro que por meses “infernizou a minha vida”.
sinto você sempre por perto.
isso é normal?
um ano já se passou, mas pra mim faz uma eternidade.
querida amiga nunca irei te esquecer...
de ti pra sempre vou lembra!

sonhos e planos




    sonhos e planos

                                                                            
Tento falar coisas pra te deixar bem
Me faz esquece de que estou tão distante assim.
Noites em claros escrevendo coisas ingenuamente
Só que isso é bem mais divertido
Do que quando não tinha nenhum plano pra fazer.
Nossa bagunça enfeitando qualquer coisa supostamente organizada
enquanto as festas em que iremos, você cuidará de mim ali mesmo do camarim
e diremos tudo o que pensamos pra eles.
Deixe o abajur ligado pra não ficarmos com medo do escuro,
 cantarei baixinho ao seu ouvido “gosto de te ver dormi...”.
O tempo pouco a pouco se perde em meio dessa conversas
como uma criança travessa.

Sério quer casar comigo? - ela perguntou,
e eu até esqueci de te dizer o meu nome.

"Me ensine a dançar, 
vamos citar um verso de que fale de nossa situação, 
vamos assistir algum filme 
que nos faz chorar tanto?...”.